MedTech Conference foi fórum para ABRAIDI debater com ANVISA e Banco Mundial

Fonte: ABRAIDI
02/10/2017

A MedTech Conference, também realizada em San José, na Califórnia, de 25 a 27 de setembro, organizou dois painéis sobre o Brasil. O primeiro com a participação do CEO da divisão de Medical Devices no Brasil da Johnson&Johnson, Adriano Caldas, e do presidente da ABIIS, Carlos Gouvêa, que abordaram os desafios e as perspectivas da área de produtos para saúde no país.  

O segundo painel contou com a presença do diretor de Regulação Sanitária da ANVISA, Renato Porto, e da vice-presidente da The Public Health and Safety Organization - NSF, Kimberly Trautman. Porto apresentou os avanços da ANVISA em relação ao tempo de registro de produtos e falou sobre a mudança do sistema para redistribuir as Licenças de Importação pelos Portos, Aeroportos e Fronteiras - PAFs - e homogeneizar o tempo de liberação de todos os PAF’s brasileiros para no máximo sete dias, afirmando que a previsão de normalização é até o final do ano. “Em reunião fechada com toda a delegação brasileira e demais entidades da América latina, o diretor da ANVISA falou sobre alterações na Resolução de Diretoria Colegiada que trata de certificação de boas práticas de fabricação e distribuição, no que tange a inspeção internacional, cujo objetivo é que a ANVISA passe a aceitar certificações de outros países, mas mantendo a inspeção para casos nos quais a ANVISA julgar necessário”, contou Bruno Bezerra.

A ABRAIDI participou também de uma reunião com representantes do Banco Mundial que abordou o tema de compras governamentais, e da reunião presencial da Aliança Latino Americana de Dispositivos Médicos (ALDIMED), entidade que reúne as associações de produtos para saúde da América Latina, e que discutiu, entre outros temas, como se harmonizar a regulação sanitária nos países do continente.


Voltar
 
 
NEWSLETTER
 
NOTÍCIAS